Vem, vem, menino

A tua Oxum te espera

o regaço anda quente

a mão anseia o teu cabelo

a dança dos corpos nus

a guerra, a luta que conduzem ao êxtase

Anúncios