“Lata d’água na cabeça” – parte I

Sabe quando você se excede? Sabe quando você fala besteira para uma pessoa muuuuuuuuuuuuuuito importante? Sabe quando você fica à noite, depois de acordar da bebedeira, sem dor de cabeça física, mas com consciência pesada, pensando em como vai pedir desculpas e com vontade de atrapalhar a madrugada alheia com um meloso telefonema do tipo vem-para-cá-correndo? Sabe quando você sente falta? Sabe quando você é malucamente louca e afasta quem você quer cada vez mais perto? Sabe quando a banana do personare te avisou para não falar besteira, mas você falou porque afinal é (ir)racional e tenta não acreditar nestas coisas astrológicas que sempre dão certo com você? Sabe quando você fica com cara de cachorro arrependido e bico de criança?  Pois é: tô assim.

Anúncios

Um comentário sobre ““Lata d’água na cabeça” – parte I

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s