“Lata d’água na cabeça” – parte III

Sabe quando tu olhas no emiesseene se a pessoa te deletou? Sabe quando tu abres o outlook de minuto em minuto para conferir se a pessoa te escreveu? Sabe quando o telefone está na tua mão com todas as campainhas ativadas? Sabe quando tu estás torcendo para a pessoa estar acordada? Sabe quando tu abres o blog dela e dá uma saaaaaaaaaauuuuuuuudaaaaaade? Pois é. TÔ assim, toda Mad Alena: Louca e Madalena. A arrependida.

Anúncios

7 comentários sobre ““Lata d’água na cabeça” – parte III

  1. Oi Alena, grato pelo comentario, volte outras vezes ok?
    Lata dagua na cabeça 1, 2 e 3, gostei, me faz lembrar um passado não muito remoto, acontecido comigo.
    Não vai acontecer processo no IBAMA, pois o Cláudio providênciou outra muda de mamoeiro, não né? rsrsrsrs.
    Aquele abraço
    Soié

    _________________________

    Já fui e voltei várias, estou lendo o blog e arquivos. Ahaahaha! Vou mandar prender o Cláudio sim… 

    Senti saudades de queridos meus, Soié, lendo seu blog. Parabéns!

  2. Alena, so para dizer que foi na Colombia e nao na Bolivia (no link do post “neocultura”)onde se criaram espacos de lazer nas Bibliotecas. Eu sei que voce sabe que foi lá, mas nao sei porque acontece muita confusao com os nomes destes países. Obrigada pelo post, eu sou colombiana e fico orgulhosa de essas pequenas coisas que fazem diferenca num mar de problemas.

    Gosto muito do seu blog.

    (meu teclado esta sem acentos)

    abs,

    Maria

    ________________________________
    Ui, ilustre Maria, nem queira saber o ato falho! Ontem estava com lata d’água na cabeça(leia-se skol) e isso faz a gente fazer besteiras. Bem que eu vacilei na hora de postar. Agora tô rindo aqui. E que chique ter leitora colombiana por aqui!

  3. Menina, ontem me peguei rindo sozinha me lembrando desse seu post.
    Estava indo para a academia, carregando duas bolsas, tentando segurar o sweater pendurado em volta do pescoco durante um vendaval dos diabos, e equilibrando um cigarro aceso. Mas e claro que o celular com todos os apitos e vibracoes ligados estava apertadinho na minha mao, afinal se estivesse no bolso eu poderia nao ouvir, nao e????
    E e claro que ele tocou enquanto eu me torturava na gym e o dito cujo estava trancadinho dentro do locker!

    ___________________________________

    Duas besteiras-mor então: banana! Deixei o celular em casa hoje e perdi um almoço numa praia. Matei-ei-ei-ei-ei-ei-me (com echio )!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s