Se eu pudesse agora…

A música toca aqui para me lembrar de que um homem e uma mulher deitaram-se numa cama larga de sonhos, desejos, prazeres, ânsias e êxtases. Neste quarto quase escuro, na penumbra, uma luz tão clara nos olhos teus. E, nos meus, esperança de acordar um dia aninhada no pós-tudo do delírio, do gozo e do infinito de um amor que se revela tão insensato. Frágil possibilidade de não mais adormecer sozinha, com frio ou medo.

A música toca aqui e dá vontade de te ter ao meu lado, de deitar gostoso em teu peito e sentir a paz, a paz, a paz… A paz que me leva entregue a Morfeu, lavada de um suor tão teu e meu, tão nosso. A paz que me deixa simplesmente menina. A paz que sinto ao ver os teus olhos tão perdidos no infinito de estrelas possíveis para além do teto simples de um apartamento.

Não sei onde vai tua alma nestes segundos que ainda consigo ver antes do sono inocente. Teus olhos tão perdidos… tão longe, tão doces… e sinto o calor do teu peito, a cabeça assim deitada, e sinto as tuas mãos a acariciar-me os cabelos… Teus olhos tão perdidos… ainda os vejo mais uma vez… E sei que assim adormeço no colo teu.

             

____________________

A música é The dark night of the soul de Loreena . Só achei o vídeo com desenho no you tube. O desenho é besta. Mas gosto da música.