A noite em que você não vem

A noite em que você não vem

passa úmida,

passa fria,

passa longa.

É noite de dormir profundo

porque é desnecessária a vigília leve de acalanto.

É noite de dormir no abandono

no vazio de uma cama cheia de travesseiros.

Os sonhos perturbam a paz irriquieta de outrora

quando o meu corpo te sabia perto.

E durmo não dormindo.

Anúncios

4 comentários sobre “A noite em que você não vem

  1. Acabo de ler seu poema, e tomado de uma emoção instatânea que senti ao ler os versos, imaginei que poderia se tornar uma bela canção. Tomeu nos braços meu violão e ousei-me a compor a canção. Sua canção!

    ________________________________________________
    Grava e manda para mim!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s