Ensina-me a viver

Nossa, a Nalu ressuscitou este filme, mas eu não vi o filme, eu assisti à peça aqui em Salvador, encenada na sala do coro do Teatro Castro Alves. Que hora mais propícia para descobrir de novo esta história de Harold e Maúde.

 

Nossa!

Isso também vai passar!!!

Como foi importante ouvir esta frase na peça Harold e Maúde. Meu Deus! Assisti há cinco anos, aqui no TCA, com um vazio no coração e a sensação exata de que os tsunami emocionais já haviam destruído a minha vida inteira no pós morte de minha mãe. Hoje, reconstruída, inteira e mulher, percebi que “isso também passou”. E o melhor, o agora também passará.

Portanto, vamos à vida!