As pedras que sonham sozinhas

Hoje para mim é tão claro que os casais que discordam tanto e tanto e tanto não trazem geralmente mais sequer resquícios de amor. Pensam que se amam (ou se enganam) e, por comodismo, se mantêm juntos. Na verdade, estão é descobrindo, a cada dia, as suas incompatibilidades que se traduzem em agressões e farpas que todos podem ver claramente.

Não dá para pensar em amor quando só há prazer em culpar o outro, em agredir, diminuir, humilhar publicamente. E ainda tem gente que está assim na fase de namoro e noivado… imaginem!

A receita é tão simples: quando a gente ama, cuida, quer ver feliz, quer fazer o bem.

Anúncios

4 comentários sobre “As pedras que sonham sozinhas

  1. Garota, gostei muito das tuas palavras, sobre esse tema dar para fazer uma barsa da vida. Você foi clara coesa sucinta em poucas palavras como a vida nos coloca hj, muito rápido
    ______________________________

    Valeu!

  2. hoje sou uma solitaria,vivo sòsinha pois iludida acreditei que o amor abitava nos coraçoes dos homens.iludida namorei com um jovem quatro anos;estavamos noivo quando descobri que não podia ter filhos fiquei dessesperada. ele muito engrato comecou a mim despreza.Depois de um mes ele mim trocou por outra sem nem ao menos mim dá esplicação. nunca se iluda por homem nenhun,todos sao iguais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s