Expectativas

Existem pessoas que criam expectativas enormes em relação às demais pessoas com as quais convivem. Geralmente, aquele que projeta no outro os seus desejos ou padrões de comportamento, sente-se falido em relação às próprias forças e possibilidades. Aquele que espera receber amor, afeto, conhecimento, dinheiro, seja lá o que for, muitas vezes, pouco faz em relação ao próprio potencial de conquista.

Escrevo porque vejo alunos, por exemplo, acusarem professores de não lhes ensinar o que deviam aprender. Penso e reflito muito sobre a atitude: é cômodo ser o receptáculo do conhecimento, receber tudo mastigado, ouvir passivamente em sala de aula. O que o estudante de hoje está produzindo? O que anda discutindo? Pelo que se interessa? Debate? Pesquisa? Aprofunda? Questiona?

Reclama-se da quantidade de apostilas, exige-se prova medíocre, de preferência, objetiva. Compram livros? Não, tiram xerox. De alguns textos, todos não. É caro gastar os 0,10 por página de Platão, Galileu, Einsten, Marx, Machado, Asa Briggs ou Maquiavel que seja. Ler ? Só se cair na prova. E, na moral , professora, vou puxar seu saco que preciso ser aprovado.

Isso não é educação.