Não sei como!

Como uma pessoa consegue transformar uma massa italiana legítima, um molho de tomates verdadeiros com alho e o mais puro azeite numa macarronada daquelas de borracharia ou posto nordestino de beira de estrada?

Não sei.

Pergunte à minha empregada.

Anúncios

4 comentários sobre “Não sei como!

  1. Um pessoa sem se identificar I.P. 189.13.185.44 deixou aqui um comentário:
    Autor : rubi (IP: 189.13.185.44 , 18913185044.user.veloxzone.com.br)
    E-mail :
    URL :
    Whois : http://ws.arin.net/cgi-bin/whois.pl?queryinput=189.13.185.44

    Comentário:

    acorde!!!
    voce e uma proff de faculdade,nao deveria ta fazendo esse tipo de comentario MEDÍOCRE sobre as pessoas,ainda mais uma mulher que trabalha p/vc!
    que coisa feia Alena.

    _________

    Eu queria saber o que tem a ver ser uma professora de faculdade com o fato de a empregada cozinhar mal.
    Ninguém pense nem se iluda de que isto não foi dito a ela. Ou melhor, reclamado. Porque, exatamente , ela trabalha para mim. E quem trabalha para alguém está sujeito aos padrões de qualidade que o patrão impõe, sejam eles quais forem.
    Se não agrada a alguém ler um comentário deste, que não venha aqui porque todas as vezes em que eu quiser falarei o que tiver vontade.
    Uma pena a pessoa comentar ‘anonimamente’.
    Eu não me escondo por aí…
    Talvez seja quem ri vendo A Diarista ou quem chama a doméstica de Secretária embora ela não tenha curso superior de secretariado executivo.

  2. bem, primeiro entrei para dizer “as empregadas realmente sabem emborrachar”. Mas, vendo a imbecilidade do comentário anônimo acima, tenho a lhe dizer que o português de tal figura é mais medíocre do qualquer empregada que cozinhe mal, afinal ela pode ter outras qualidades. Em segundo lugar, inveja é uma merda. Em terceiro lugar, pessoas com falas anônimas são as mais covardes e cagadas da face da terra. Em quarto, quem tem que acordar é o/a medíocre que postou tal imbecilidade. No mínimo ainda não tirou o cueiro e nem sabe onde foi enterrado o umbigo. Tem coisas que só são entendidas por pessoas inteligentes, o que pelo jeito não é o caso. Aff! bjao amiga!

  3. Não sou amiga nem conhecida, mas tenho algo a dizer: talvez a empregada pura e simplesmente não saiba como fazer “pasta”… Uma sugestão será oferecer-lhe umas explicaçõezinhas. Outra sugestão é oferecer-lhe um curso de culinária.
    Quanto aos comentários anónimos, valem a cobardia de quem os faz, isto é, nada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s