Árvore genealógica

  Este charme de trisavô é o pai do pai de minha avó Neyde Freire de Carvalho.  Ah, dá uma olhadinha no link da Câmara Municipal de Salvador.

_______________________________________________________________

“Nome Completo: Carlos Augusto Freire de Carvalho
Profissão: Médico
Data de Nascimento: 29 de Agosto de 1857
Filiação: José Eduardo Freire de Carvalho e Emília Adelaide Freire de Carvalho
Cônjuge: Estefânia Espinheira Freire de Carvalho (1º esposa)
Ernestina Espinheira Freire de Carvalho (2º esposa)
Obs: Ao ficar viúvo casou-se com a cunhada.

Filhos: Alberto, Estefanote, Alexandre (este aqui é o meu bisavô!), Aurélio, Orlando, Adolfo, Alice, Maria da Pureza, Maria José, Julieta, Armando, Mário, Aylton, Jaime, Carlos Augusto Freire de Carvalo Filho
Falecimento: 14 de junho de 1931

Formação Educacional:
Aos 18 anos matriculou-se na Escola de Marinha no Rio de Janeiro, cujos estudos foi obrigado a abandonar por ter sido atacado por Febre Amarela. Voltando a Bahia fez o curso de farmácia e depois o curso de Medicina pela Faculdade de Medicina da Bahia, concluindo o curso em 1887 com a defesa da dissertação: Considerações acerca da eclampsia e o seu tratamento.

Atividade Profissional:
Foi Médico da saúde pública, onde tomou parte ativa no combate as epidemias de Febre Amarela e Varíola na sua fase mais ativa.
Nomeado preparador da carreira de Terapêutica da Faculdade de Medicina, cargo que exerceu por mais de 10 anos. Dedicação a Clínica Humanitária, especialmente nas Freguesias da Penha e Mares. Militou na Imprensa como repórter, e redator nos órgãos do Partido Conservador, e Estado da Bahia, e a Gazeta da Bahia, cujo diretor era o seu Pai, o Cons. Freire de Carvalho.
No Governo Washinton Luís, por indicação do seu amigo Dr. Otávio Mangabeira, foi nomeado Presidente do Conselho Administrativo da Caixa Econômica Federal da Bahia até o seu falecimento.

Atividade Política :
Como médico humanitário nas freguesias da Penha e Mares, logo se tornou um dos mais fortes chefes eleitorais desta capital. Seu reduto principal era o da Pedra Furada.
Em 1908, como vereador, assume a presidência do Conselho Municipal de Salvador, exercendo esta função até 1911.
Foi senador estadual 1912
Foi Deputado Estadual e Presidente da Câmara Estadual durante 4 anos

© Câmara Municipal de Salvador, Praça Tomé de Souza – Salvador – Bahia – Brasil
C.E.P.: 40.020-010. Tel.: (55+xx+71) 3320-0100

Criado por: Marcio Oliveira / Dmitry Rocha “

_________________________________________________________

Estou agora envolvida em fornecer dados aos pesquisadores primos. Até mais. 

Anúncios

28 comentários sobre “Árvore genealógica

    • O Dr.Carlos Augusto Freire de C arvalho teve 16 filhos

      Primeiro Casamento com minha Avó Estefania Espinheira :

      Carlos Augusto,Estefania ,Alberto,Alexandre,Alice,Adolpho,Maria Elisa,Aurélio,Orlando

      Segundo Casamento com minha segunda Avó Ernestina Espinheira :

      Maria da Purezaa,Julieta,Armando,Mario,Maria José ,Aylton,
      e Jaime Espinheira .

      Total 16 filhos comprovados

      • Sou um Espinheira do Porto, em Portugal e fiquei curioso de saber mais alguma coisa sobre as duas mulheres do Dr. Carlos Augusto Freire de Carvalho, uma vez que no séc. XIX emigraram para a Bahia muitos Espinheira, todos parentes entre si, com origem na cidade do Porto. Caso tivesse alguma informação sobre os nomes dos pais destas mulheres talvez conseguisse fazer a ligação com esses antepassados.
        Obrigado

      • Alberto teve dois filhos: Lourdes que teve sete filhos,Durval,Isaura, Alberto, Paulo+,Laura,Helena Amelia,e Eduardo. José Carlos teve três filhos, Carlos Artur, Luiz Alberto e ligia. J.C e filhos moram em Tocantins, os filhos de Lourdes sao F.C Olivieri e moram em Salvador

  1. Somente agora estou olhando os seus textos. Gosto do tema familia. Esse assunto me interessa. Tenho estudado sobre a terapia familiar sistêmica de Bert Hellinger ( constelações familiares). Procure conhecer, é muito interessante.

  2. Meu nome de solteira era EMILDA MARIA LEIVAS FREIRE DE CARVALHO,filha de EMÍLIO FREIRE DE CARVALHO e neta de JOAQUIM AURELIANO FREIRE DE CARVALHO.Qual seria a minha ligação genealógica com a presente pesquisa?Obrigada pela atenção e aguardo retorno!

    • Oi prima; foi uma alegria encontrar vc; espero que estejas bem e feliz. A Tia Hilda era irmã do meu pai, teu Tio Hilton, lembras ?
      Pois é Emilda, ando ás voltas com a nossa genealogia e gostaria de, se possível, registrar teus dados e da Adelia Maria. Se bem me lembro vcs eram mais ligadas com a Tia Marina, de saudosa memória.
      Um até para breve, prima.
      Abrs
      Gustavo

  3. Sou neta de Carlos Augusto Freire de Carvalho Filho.
    Sou filha de Walter Osório Freire de Carvalho.
    Tenho uma pesquisa iniciada pelo meu avõ,com bastante dados da genealogia da família.

  4. neto de alberto espinheira freire de carvalho e de laua borges freire de carvalho, filho de lourdes maria freire de carvalho, possuo seis irmaos Durval ,Isaura, Paulo (falecido) laura ,Helena amelia, eduardo, frequentei muito a casa de tio Adolpho no bom fim , nas presencas de tio Lele e tio Orlando.Frequentei muito a ccasde tio adolfo em nazare, que era casadocom tia edith .

  5. Alberto Espinheira Freire de Carvalho era meu avô, minha vó Laurinha não gostava de ciganas e fazia xô XÕ Xo quando via uma. Alberto era muito bricalhão e fiscal de renda do estado participava de um grupo de fotografos amadores no ano 1930. Eu organizei uma esposição Ano da França no Brasil EBAUFBA´2009 e uma obra dele foi exposta. Por algum motivo que desconheço uma cigana disse que na linha de vida dele não passaria dos 39 anos e assim a previsão se consumou. Êle tem um filho José Carlos Freire de Carvalho quer mora em Palmas no Tocantins com tres filhos Carlos Artur, Luiz Alberto e Liginha essa ultima é dentista da sec de saude de la. Tio Adolfo era um homem exemplar. Ele fez um orfanato com 400 crianças. Me lembro das tardes que eu passava na casa dele . Tia Edith fazia um doce de banana que eu nunca comi um outro igual. Ela visitava nossa casa toda semana e nos levava bom bons. Tio Adolfo foi candidato a prefeito em Salvador e eu me orgulhava de ver as fotos dele coladas pela cidade. Ganhou um candidato Helio Machado que morava colado ao lado da casa de Adolfo no jardim de nazaré.

  6. Meu nome de solteira era Isaura Ma. Freire de Carvalho Olivieri,
    apelido Zaza. Sou neta de Alberto Espinheira Freire de Carvalho e afilhada de Aldofo(ti Dodo);lembro muito de tio Orlando que vivia em Itapagipe e das filhas dele; a tia Baby que era uma mulher linda; recordacoes maravilhosas na casa do meu dindo no Bomfim; casei com um americano, que faleceu ha tres anos, tenho um filho Victor e moro em Katy, Texas um suburbio de Houston. Felicidades!!!!!!!

  7. Eu sou Freire de carvalho ,mas n to reconhecendo nenhum nome dessas listas!!! Sei que tinhamos parentes na Bahia, mas nao lembro o nome. Os nomes Lincoln, Lysis, Nataly, Naevio, Dienca, Kleber, soa familiar para voces ?

  8. o primeiro freire de carvalho foi domingos josé freire de carvalho casado c om custodia freire dai´´a o rig em em da familia freire de carvalbho elesmoravam no carmo ele era coronel da guarda nadaí cional. o nome dela era custodia da silva freire daí a origem da familia fereire de carvalho

  9. Sou fllho de Armando Espinheira Freire dFreire de e Carvalho filho de Dr.Carlos Augusto Freire de Carvalho e neto do mesmo Dr. Carlos Augusto nasci no alto do Bonfim ao ladoa Igreja do Bonfim possuo algum acervo d a familia Freire de Carvalho dos ancestrais.

  10. José Liberato Freire de Carvalho foi político e importante historiador português que escreveu sobre a ocupação de Napoleão em Portugal.

  11. Faleceu aos 94 anos nossa querida mãe Lourdes Maria Freire de Carvalho Olivieri no dia 6 de janeiro de 2016. Era fiha de Alberto Espinheira Freire de Carvalho teve 7 filhos: Durval . Isaura. ALBERTO. Paulo(falecido).Laura. Helena. Eduardo
    Ela viveu para os filhos, deixou 18 netos, 5 bisnetos e três ainda em gestaçao

  12. Somos parentes de Oscar Freire de Carvalho medico baiano fundador da medicina legal em São Paulo, que levou o que aprendeu aqui com Nina Rodrigues. Ele era avô de Iza Muniz grande desenhista de retratos a lapis.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s