Sim, eu ando pelo mundo!

Estar em Praia do Forte requer tempo para saber-se vivo. Esta é a delícia que a vida nos prepara e que a urbanidade de Salvador corrói, sufoca no centro urbano de poeira, fumaça, engarrafamentos e caos estressante. Praia do Forte nos convida a sabermo-nos humanos, seres naturais, que respiram e inspiram… estar na praia a ver a vida e a paisagem de barcos que ondulam para lá e para cá nos dá tempo de expirar as mazelas diárias.

Mais no Eu ando pelo mundo.

Anúncios