29

Hoje é dia de nhoque da sorte.

Aborrecimentos

Aborrecimentos ocorrem quando as coisas não acontecem como queremos, ocorrem quando as pessoas revelam faces que não nos são aprazíveis, aborrecimentos ocorrem quando o espelho nos cobra mais do que somos, mas a imagem refletida é apenas o que pode ser… Creio que nos aborrecemos porque vemos uma realidade diferente daquela que idealizamnos, daquela que sonhamos e isso é um problema nosso, isso é uma limitação nossa, sim, porque nós, seres humanos, sabemos o quão pouco somos, o quão pouco o outro é ou tem para nos dar e ambicionamos o máximo, as alturas…. nos escondemos em desculpas e sensações de que podemos ter mais, receber mais, sentir mais; egocentricamente nos vemos como o centro do universo e não o somos.

Não, o outro não é grande, é isso mesmo. Porque nós também não somos. Se um monge qualquer estivesse a ler este escrito ou um fazedor de slide xaroposo ia logo protestar que o outro é grande, que nós somos grandes, que somos imagem e semelhança de qualquer criador ou de um criador… mas não. Insisto. Nós somos falíveis, pequenos e sós. E nossas carências são do tamanho do universo inteiro. Um buraco negro que nos devora a todos e cospe depois em forma de lágrimas vilipendiadas o resto dos nossos sonhos.