Pai

“- Senta aqui que o jantar está na mesa… “

Lá em casa a gente sempre tinha que esperar meu pai chegar para jantar e ele sempre tinha que vir almoçar conosco também. Às vezes, demorava, e, na espera impaciente de criança, a gente não entendia os porquês de nossa mãe.

Hoje a ausência me dá a enorme dimensão daquela espera que me faz tanta falta. Tanta falta…