Canto solidário

Às vezes, não sabemos os porquês. Noutras, desconfiamos. E há as horas em que temos certeza. O dia era quente, ensolarado, havia festa, havia gente, havia mar. No calado das desilusões delas, a pseudo fantasia do tudo perfeito. Nenhuma conversa entre ambas, nenhuma palavra. Ou poucas. Sobre outros temas e minúcias. A hora passou, o sol se escondeu, a festa acabou e o povo partiu. Elas duas, sentadas, choravam em silêncio. Sabiam-se mulher naquele instante de impotência.

Anúncios

Um comentário sobre “Canto solidário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s