Espinafre e hipérboles animadas

Quando eu era pequena, pedi a minha mãe que comprasse espinafre lá naquela seção de hortifrutigranjeiros, palavra que eu achava a coisa mais maluca do mundo – levei um tempão para entender esta aglutinação. Ela estranhou e disse que não, que eu estava inventando moda. Mas sempre fui ladina na argumentação e aquelas aulas de ciência valiam para dizer que criança tem que comer folha, fruta e verdura. E eu repetia direitinho o argumento.

Minha mãe comprou e fui para casa sob a ameaça: tem que comer tudo que tem criança por aí no mundo passando fome e meu dinheiro não é para se jogar fora.

Fui feliz para casa carregando o saco do Paes Mendonça. Planejava o alimento de uma vingança maquiavelicamente articulada.

A empregada lavou tudo e fez a salada, que eu comi alvoroçada, sem achar muito gosto na folhinha, mas saboreando a desforra. Fui para a sala, provoquei-o e fiz o muque. Nada. Não cresceu nem um pouquinho o bíceps nem o tríceps. Dei-lhe um murro no braço e recebi outro que doeu. Meu primo da mesma idade era ágil, menino ( e só as meninas sabem o que isso significa nestas províncias machistas) e batia em mim que era uma beleza.

Decepcionada, lavei uma lata de leite condensado e coloquei todo o espinafre do outro dia dentro para ver se era assim que fazia efeito. Nada também. Apanhei de novo.

E foi assim que eu descobri o que era ficção. Nunca mais dei crédito ao marinheiro.

9 comentários sobre “Espinafre e hipérboles animadas

  1. Alena,
    que honra, ser a primeira!
    Pois é, a descoberta da ficção, muitas vezes, é amarga. Bem mais que espinafre…
    Você escreve com naturalidade e síntese, que nem sempre andam juntas, mas se completam maravilhosamente.
    Beijo da
    Vivina.

  2. E sabe- se hoje que o espinafre faz mais mal que bem.Contém um tal de ácido oxálico então que se ingerido junto ao leite ou a um derivado causa um grande estrago.Foi responsável por várias mortes de recém – nascidos na década de 50 nos EUA.As mães batiam as folhas com leite e davam para seus bebês.
    P.S.Fiquei com água na boca com a foto do caruru.Tem a receita?

  3. Alena,
    Quando criança(isso faz é tempo)eu queria o espinafre,só de latinha.Papai se viu louco, mas
    claro, não ia encontrar mesmo.Em Vesceslau!!!! espinafre de latinha????Aí… apelou, o popeye é mentiroso, ele come ervilhas. Cortou logo a fantasia,mas…como eu não gostava de ervilhas
    continuei fraquinha.
    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s