Coisa linda de se ver

Eu não vou nem dizer que tive um dia de cão, peguei três engarrafamentos monstruosos, fiquei quatro horas dentro do carro, corri para lá e para cá como uma louca, escrevi um projeto de pesquisa, abeenetei a bibliografia, corrigi dois milhões de provas, passei notas e notas e notas e notas para a caderneta, fiz continhas e mais continhas e mais continhas e mais continhas, tirei médias médias e medianas, não revisei um trocinho que me fez imprimir quarenta e cinco folhas duas vezes, o papel acabou, f*di minha coluna na cadeira do pc e no excesso de horas em que fiquei no carro, cheguei atrasada a todos os lugares, o gás acabou na hora do almoço, bem na horinha de pôr a panela no fogo, um pacote de penne estava cheio de bichinhos, a empregada faltou, o pai dela está mal, os copos estão na pia até agora, as panelas estão na pia entulhadas, os garfos estão todos sujos, vários pratos também, o liqüidificador está com vitamina grudada desde de manhã, o nescau acabou, a cama ficou sem forrar, o sanitário sem lavar, a roupa no varal, eu não fui à academia, dei aulas ainda à noite até às 22h40 (ainda passei 5 minutos do horário oficial), ouvi na rádio o meu time sofrer um empate aos 44 do segundo tempo, minha irmã não quis comer às 23h churrasquinho comigo, portanto eu não comi churrasquinho, nem um japonesinho, nada que aplacasse a minha gula estressada …

não, eu não vou falar nada disso porque , quando eu cheguei em casa toda estropiada no final deste resto de dia das bruxas,  vi que o meu girassol deu três brotinhos e as novas flores começaram a se abrir agorinha. Coisa linda de se ver.

E eu estou rindo à toa.

Times

Quando o seu time fica empatando eternamente (podendo ganhar), você fica com a ligeira impressão de que foi o ‘tal profissionalismo’ que destruiu o futebol de vez: dinheiro, e não paixão, importa. Estes homens não amam o que fazem, a camisa que vestem, mas suas contas bancárias – salvo as exceções existentes, claro. Portanto…

* – * – * – *

Ah, hummmm … tá ! Os próximos sete anos só se fala em copa do mundo. E viva o monotema!

* – * – * – *

Não vou nem dizer que eu li que a Bahia vai construir um estádio que possivelmente se chamará Arena.

Mais pão e circo.

Não vou nem perguntar para que se temos a Fonte Nova onde cabem mais de 60.000 pessoas (correção necessária: a Fonte Nova precisará ser implodida).

Não vou nem refletir sobre o fato da projeção de no Arena caberem menos de 50.000 .

Não vou nem falar mais nada que o macaco já falou: “nós sofre, mas nós goza”.

Diálogos impossíveis

– Amor, bom dia!

– Olha, meu médico foi assaltado no estacionamento do banco… Com revólver e  tudo.

– É… a coisa tá feia.

– Tenha cuidado, você que vive na rua… Uma amiga minha também foi assaltada andando na rua durante o dia…

– Não, amor, eu vivo em casa. Quase não saio.

– Sai sim.

– Para trabalhar, para o básico, vez ou outra para me divertir…

– Eu só vejo você na rua, saindo todo dia, indo para boate e tal…

– Amor, eu saio pouco, eu vivo em casa praticamente.

– Ah, tá, tá, eu estou aqui tendo cuidado com você e você fica aí replicando? Então tomara que seja assaltada!

Provas

Nem os professores merecem corrigir tantas provas!  Tenho certeza de que quem pensou na educação e na profissão de professor não fazia contas de quantas turmas teria que ter para ganhar um dinheirinho que desse para o mínimo de sua sobrevivência (ficar rico? Rá). Multiplicadas as provas e a quantidade de páginas, o  volume de trabalho é simplesmente enlouquecedor.