Ano velho mesmo

É um tal fenômeno do nada começou ainda por aqui que se espalha ainda na Bahia com perspectivas de recolhimento apenas na semana que vem, na segunda-feira.

Onde moro, pego engarrafamentos homéricos às 18h30. Ontem, em plena quarta, fui a um aniversário neste horário e… nada. Parecia feriado nacional em Salvador. Quase nenhum veículo pelo caminho. Fiz em 10 minutos o trajeto que levo 40 para fazer. ô vidinha…

Na faculdade, só metade dos alunos compareceram e o estacionamento dos professores também indicava viagens e descansos prolongados – ainda que estes tenham que repor suas aulas depois.

Deu tempo de eu atualizar minha agenda toda hoje e cronometrar o meu tempo para a minha vida 2009 também começar segunda. Feliz ano novo!