Amanhã de manhã

Amanhã de manhã

Vou despertar tranquila e serena.

Esticarei os braços,

lânguida e nua de pensamentos que antes me sabotavam.

Esticarei as pernas

para ter a certeza de que posso caminhar.

Por isso vou desenferrujar

as minhas concepções de estrada.

Vestir-me-ei de mim mesma.

As possibilidades são minhas.