Parcerias para os projetos pessoais

Oba! Três Quatro parcerias já surgiram para os meus projetos. Bastou eu divulgar – que minha língua é grande e não sou de silêncios voluntários – e já encontrei gente fina, elegante, sincera e inteligente para estas viagens em busca de si mesmas.

Viver é afinar o instrumento

Além da nova amiga que hoje quer emagrecer também no V.P.,  duas engenheiras ambientalistas entraram na barca comigo. E com estas vale até competição: todas as três têm que emagrecer. Quem emagrecer mais tem a sua semana paga por quem emagreceu menos. Se alguém engordar ao invés de emagrecer, paga para as outras a semana. Valendo a partir de segunda.

Gestão de $onho$

Outra moça  jovem e disposta conversava comigo acerca das suas dificuldades financeiras e nos prometemos mudar o cenário de nossa vida pessoal quanto ao din din.  A partir de hoje, a cada semana, estudo de um livro e apostila sobre o tema finanças com direito a um encontro semanal para debater o tema e tomar posições, traçar metas.

O meu prazo pessoal é até dezembro.

100 dias para mudar minha vida – Dia 10

Décimo dia e posso contabilizar mais etapas vencidas. Pouco a pouco, em 10% do tempo ainda, já posso sentir a diferença.

Na balança, 2 quilos e 200 gramas a menos! Uma semana inteirinha de programa do Vigilantes do Peso bem feita. E o desejo de continuar hoje.  Tática principal: café da manhã variado a cada dia, gostoso; almoço substancial e jantar levíssimo. Tarde e manhã com lanches bem leves. E a determinação de não ultrapassar por nada a minha cota diária de pontos. Venci e readquiri o hábito de beber bastante água.

Coincidentemente, dois quilos representam 10% também da minha meta (ainda utópica) de 20 quilos a menos.

Minha papelada está ainda desesperadora, mas as coisas começam a se delinear.

Café da  manhã de hoje bem gostoso: maçã e pera fresquinhas.

100 dias para mudar minha vida – Dia 9

Nono dia e quase fujo completamente da dieta. Filé à parmegiana é indecente para mim e irrecusável. Como caruru. Desconfio até que sexta tenha caruru para almoçar, então vou ver se burlo o almoço e deixo para jantar em casa.  Porque se eu olhar a comida, não resisto mesmo a um bom vatapá.

Minha sorte foi que escolhi filé com batata e resolvi compensar à noite. O diabo foi que, à noite, comi aimpim com manteiga e carne do sol. Ainda assim,  vitória no projeto Viver é afinar o instrumento  hoje : me mantive na cota de pontos e bebi muito líquido.

O mantra valeu: PERSEVERE. PERSEVERE. PERSEVERE.

* * *

Consegui mais uma proeza: cheguei mais cedo em casa, os professores a que dou aulas não puderam ficar hoje e ganhei 1h e meia do meu dia. Brinquei com as crianças, que já ficam ansiosas me esperando chegar. Sobrinhos e filha.

Consegui tomar banho cedo e deitar na minha cama gostosa para devorar um capítulo de livro. Prometi a mim mesma que vou lê-lo em 10 semanas. E reli a introdução do meu manual de economia pessoal.  Projeto mulher rica (kkkk) em início. Uau duplo! Projeto de leituras em andamento. Vou, sim, acabar com as meias leituras.

Outra coisa maravilhosa: consegui, finalmente, blogar à noite e reestabelecer meu quase finado blog. 😀

Sucesso absoluto no projeto 100 dias para mudar a minha vida.  O segredo? foco em si mesma.