Não, não basta

Não, não basta.

Não, não basta…

Não, não basta. Não basta. Não basta.

Há tempos em que não basta terremoto em nossas vidas.

Tem que vir também uma tsunami.

*

Raiva de ter lido um dia POLYANNA e ter esta besta mania de querer suavizar as coisas.

*

Tem horas em que miséria pouca é bobagem.