Baba, baby.

Coisa de ficar maluca: cuidar sozinha de filho, ser mãe sozinha.

PTQPR. Dita cem vezes. Depois eu não entendo por que fico nervosa. Todos os dias, meia-noite, e Alice ainda está acordada? O pai não está. Não tem avô, não tem avó. A m* da babá não coloca para dormir. E eu querendo me jogar pela janela a esta altura.

A solução? Eu fazer um intensivão: acordá-la às 6h durante uma semana para criar rotina, cansá-la durante o dia, não deixá-la dormir e vê-la na cama às 20h. O problema reside exatamente aí: eu, eu , eu. Tudo eu. Saco. Ninguém para dividir. Como eu aguentaria fazer algo depois? Como teria meu tempo para a net? Como faria algo na cozinha? Como sobraria um tempo para namorar? E como estaria a minha pessoa depois desta semana de jornada? Precisando, obviamente, de um ano na Polinésia. Sozinha.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s