Salas para uso

O conceito de beleza em uma casa é mesmo tão relativo! Salas indefectíveis nunca me atraíram. Tá, são bonitas de olhar. Mas me vejo aqui , esparramada no sofá, tv ligada, mesinha roxa de apoio (roubada da varanda) com caderno aberto, lápis, hidrocor, canetas, papéis espalhados, note no braço do sofá… e acho tudo isso incompatível com o projeto de um mini gabinete cheio de prateleiras. Vou arrumar lá e trazer para cá. Nada funcional. Então é melhor ver o que consigo fazer de prateleiras e nichos pro aqui mesmo, com meus vasinhos coloridos de mil materiais escolares.
É… porque beleza sem uso é beleza morta. E antes de casas perfeitas para gringo ver, prefiro casas de verdade para eu viver.