Corre, vamos comer a lambretinha!

 

Vira e mexe eu escrevo aqui que a vida vale a pena porque existe lambreta para se comer na Bahia. E a cabana do João ou da Cely são os lugares mais propícios, além do Papito, para se provar esta maravilha da natureza que nem entrou em lista de votação nenhuma – talvez porque já tenha recebido o título outrora (risos).  Diante de tanto dendê e calorias, a lambreta é um prato light: cozida apenas com tempero verde e muita cebola e alho. O caldinho fica sensacional e um bom azeite português é o acompanhamento perfeito, além da cervejinha gelada, claro.

Há quem prefira o vinho branco, mas em termos de vinho as casas da Bahia deixam muito a desejar e é difícil encontrá-lo nos bares. Há ainda a opção da roska de frutas… mas aí já e outra delícia, motivo para outro post posterior.

Pois bem, na última peripécia com a minha amiga paulista, levei-a a conhecer a lambreta e ela comeu que se fartou. Uma foto para os leitores que vivem a perguntar o que é lambreta (não, não é a motocicletinha que fez tanto sucesso):

Anúncios

9 comentários sobre “Corre, vamos comer a lambretinha!

  1. Eita delicia… rs Sem comentarios!!! O caldinho, entao, nem se fala… hummmmmmmmmmmm

    bjs,

    Martinha

    _____________________________________

    Martinha, eu como duas dúzias!

  2. Ahhhhhhhhh agora sei…rsrsrs…Mas como diz meu namorado “não como nada que não tenha osso” rsrsrs….bjão

    ___________________________________________
    Ana, acho que tinha sido você que tinha perguntado o que era lambreta, não? Pois bem, é uma delícia, uma espécie de vongole gigante.

  3. Esqueci de esclarecer: parece uma ostra…(molusco)É isso 😐 rsrs Ou será algum tipo de peixe ?? 😐

    ___________________________________________________________
    Parece uma ostra sim. E é deliciosa. Cozida com alho e cebola, nossa!

  4. Esse post dá fome!

    ________________________________________________

    E o pior é que, enquanto eu dava aulas agora à noite, meus amigos estavam comendo a lambreta no Papito. Morri de vontade!

  5. Adoro lambreta. Se tem uma coisa que me deixa feliz e quando chego na feira aos sabados e encontro as peixarias cheinhas de “clams”. Aqui pode nao ter acaraje, nem beiju, nem dende. Mas levar pra casa umas duzias de lambretinhas e sentar no quintal pra comer, com uma caipirinha feita com a cachacinha que eu faco questao de trazer na mala, nao tem preco… Mata as saudades na hora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s